fbpx
Como perder o medo de cachorro

Como perder o medo de cachorro

Como surge o seu medo? 

O fato de você nunca ter tido a oportunidade de estar na frente de um cachorro antes, pode te deixar com receios desse encontro. Seja porque foi “proibido” por ser a casa dos seus pais… dos seus tios… ou casa de onde você mora… ou porque seu esposo ou esposa não queriam e você evitou esse tipo de situação, enfim… houve uma falta de oportunidade!

Mas o medo pode ter surgido quando você teve um encontro desagradável com o cachorro, seja porque você chegou perto dele e ele avançou te deixou bastante assustada(o) ou porque você já foi mordida(o). e também tem a possibilidade de ter acontecido isso com alguém muito próximo a você e que acabou transferindo esse medo pra você.

E também pode ser uma dor que se transforma num “falso medo”, pelo fato de você ter tido um cachorro antes, e o perdeu. Seja por ele ter falecido… fugido, ou teve que dá-lo a outra pessoa (em caso de uma separação), ou seja, causou uma dor imensa em você e que te deixou bastante triste.

Então… Esses são alguns medos que eu listei para você, mas me diga… Como surgiu o seu medo de cachorro? Deixe a sua experiência aqui nos comentários, pois o seu relato pode ajudar a milhares de pessoas a identificar de onde vem esse, incontrolável, medo de cachorro.

Por que superar o medo?

Já se deparou com a situação de alguém que mora com você, por exemplo, seu filho (a), seu pai ou sua mãe, seu esposo ou esposa, querer um cachorrinho de estimação? E você se sentiu dividida (o) entre a vontade de alguém que você gosta e o seu, terrível, medo de cachorro. O que fazer?

Ou então… Encontrou aquela pessoa que você deseja passar o resto de sua vida com ela, mas ela tem um cachorro. E agora, desmancho o meu relacionamento?

Ou então… Você anda tão sozinha (o) e infeliz, que ter um cachorrinho de estimação até passou pela sua cabeça, mas o seu medo incontrolável de cachorro te impede de seguir adiante. E agora?

Nas próximas postagens vou te dar algumas dicas de como superar esse medo de cachorro, mas antes… Que tal deixar aqui nos comentários se você já teve uma situação parecida?

Respeite seu tempo de superação

Você já esteve na situação de ver um cachorro vindo pela rua na sua direção? O que você fez? Se escondeu? Atravessou a rua em pânico?

Então, o primeiro passo é escolher o que deseja fazer, se vai enfrentar esse medo ou se vai deixá-lo tomar conta de você. Mas se você escolheu que quer superá-lo, então comece “pegando leve” com você mesmo, pois pode ser que isso leve um tempinho até que fique presente para essa primeira etapa do “desmedamento”.

E para ajudar, vou deixar um link aqui de um vídeo que fiz a respeito de como atravessar o “portal do medo” e se você tem uma história, onde você entrou em pânico ao ver um cachorro na rua ou no portão de uma casa, conte para nós, deixe aqui nos comentários, pois tenho certeza que vai ajudar muitas pessoas.

 

Passo 1 – Superar com imagens

Somente depois de respeitar o seu tempo, comece uma aproximação com essa ideia.

Comece vendo situações reais de cachorros através de fotos, vídeos, filmes e estabeleça na sua mente, você dentro de cada situação, relacionado a essas imagens.

Em seguida, imagine-se brincando com um cachorrinho pequenininho, dócil, talvez um filhotinho. Isso vai te levar para uma situação mais confortável, antes mesmo de chegar a um encontro real, e que te possa re-traumatizar. Afinal, você já passou da primeira fase do seu “desmedamento” e não gostaria de retroceder, não é verdade?

Além disso, você pode conversar com um amigo, que você confia e que tenha um cachorro, para que ele possa te dar dicas de como lidar com o cachorrinho dele. Se você deve colocar a sua mão por cima ou por baixo do cachorro? Se o cachorrinho pode colocar as patinhas dele em você?

Enfim, tudo para que você possa seguir adiante no seu “desmedamento” com alguém que você confie, e não passar por esse processo sozinho.

E aí… O que achou desse primeiro passo? Deixe aqui nos comentários, se isso está fazendo sentido pra você, pois a sua história pode ajudar muitas pessoas a superarem seus medos de cachorros.

 

Passo 2 – Superar com frases

Nessa etapa, a mudança da sua maneira de pensar pode ser incrementada com frases que te ajudem na superação, ou seja, frases que te façam uma reconstrução neural, onde você deixará de usar frases que te deixem ainda mais, com medo de cachorro.

Vou deixar algumas dessas frases terapêuticas transformadoras, para te ajudar nesse processo (repita várias vezes em voz alta, quando você estiver sozinha(o), pois isso vai te ajudar a se ouvir):

Eu não tenho tanto medo de cachorro, como eu imagino”.

Eu não tenho tanta raiva de cachorro, como eu imagino”.

“O cachorro não me ameaça tanto, como eu imagino”.

A repetição dessas frases vão te ajudar a desconstruir tudo o que já te trouxe de medo de se aproximar de cachorro. E tenha paciência com você mesma (o), pois esse processo vai ser gradativo, ou seja, você vai acabar mudando o seu mindset sem perceber.

E desse segundo passo, o que achou? Deixe aqui nos comentários se isso está te ajudando, pois as suas dificuldades pode ser de muitas outras pessoas também, e o que queremos é que todos superem esse medo de cachorro.

 

Passo 3 – Atravessar o tal “portal do medo”

Agora sim, chegamos à etapa final, a aproximação física, ou seja, é agora que você vai atravessar o “portal do medo” e concluir sua etapa de “desmedamento” e realmente perder seu medo de cachorro.

É bem simples, mas precisa respeitar o processo e as suas etapas de superação: visualização, identificação dos seus sentimentos, frases de reconstrução e/ou reconhecer aprendizados, meditação e a aproximação física.

Lembra-se daquele amigo, colega ou conhecido, com aquele cachorrinho que você escolheu para te ajudar? Então… Esse pode ser os seus primeiros contatos físicos que terá de agora em diante. Comece a se encontrar com eles e seguir na superação convivendo alguns momentos durante algumas semanas, até que restabeleça a sua calma e tranquilidade para lidar com o cachorro e com você mesmo. Respeite as suas etapas.

E para te ajudar ainda mais, vou deixar o link de um vídeo que faço uma meditação através da técnica do Thetahealing®. Tenho certeza que vai te ajudar nesse processo. E se você gostou ou está gostando dessas dicas, deixe nos comentários a sua experiência e ajude muitas pessoas a superarem também o medo de cachorro. Clique no “link da bio” para ver o vídeo e até mais!

 

#amorproprio #amorpropriosempre #ansiedade #ansiedadeamil #ansiedadegeneralizada #autoconfianca #autoconfiança #autoestima #autoestimaelevada #barrasdeaccess #depressãonãoéfrescura #insonia #insônia #oab #relaxamento #terapiasalternativas #fobia #fobiadecachorro #terapias #CoisaDePobreÉ #saojosedoscampos #sjcampos #sjc #valedoparaiba #valedoparaíba #caçapava #taubate #taubaté #jacarei #jacareí

Deixe uma resposta

Fechar Menu